FANDOM


Ace Combat Infinity (エースコンバット インフィニティ Ēsu Konbatto Infiniti) é o décimo sexto jogo da série Ace Combat. Infinity é o primeiro jogo free-to-play da série, com o principal foco em missões cooperativas multiplayer online. Foi oficialmente lançado em Maio de 2014 como um exclusivo para PlayStation 3.

Infinity é o terceiro jogo Ace Combat e se passar explicitamente no universo real em vez de o universo de Strangereal. Contudo, a trama do jogo espelha vários elementos de jogos anteriores que se passaram em Strangerea, especialmente Ace Combat 04: Shattered Skies. O jogo também reutiliza da mesma engine e ativos de Ace Combat: Assault Horizon.

Bandai Namco realizou três betas públicos antes do lançamento do jogo. Apesar das críticas medíocres, Infinity tem sido muito bem sucedido com os fãs, e permaneceu online por três anos. Acredita-se de que seu sucesso contribuiu para o desenvolvimento de Ace Combat 7: Skies Unknown.

Em 8 de Dezembro de 2017, foi anunciado de que Infinity teria seus servidores desligados no dia 31 de Março de 2018.[1]

EnredoEditar

SinopseEditar

Predefinição:Main

Ulysses Disaster 2

News coverage of the Ulysses Disaster

No final dos anos 90, um grande grupo de meteoros começou a se aproximar da Terra. Para defender o planeta, as nações do mundo reuniram-se para criar seis instalações anti-aérea de canhões eletromagnéticos, nomeado Stonehenge, para destruir os meteoros. Muitos meteoros atingiram a Terra, e apesar de que as instalações Stonehenge conseguiram prevenir um evento de extinção em massa, causando uma perda devastadora de vida e infraestrutura.[2]

Durante o caos econômico e social subsequente, uma empreiteira de defesa, Wernher and Noah Empreendimentos, se ofereceu para ajudar as nações do mundo na reconstrução. Foram criadas zonas de refugiados, e ao longo dos 20 anos desde o Desastre Ulysses, Wernher Noah fez avanços na produção de aeronaves, abrindo as portas para que muitos pilotos se tornem mercenários.[3] O jogador, Reaper, é um dos pilotos mercenário a se juntar à corporação militar privada Arrows Air Defense and Security (sobre o comando das Nações Unidas) em 2019. Reaper é atribuído ao Esquadrão Bone Arrow.[2]

Após ficar desiludido com as Nações Unidas e sua forma de tratamento aos assuntos mundiais, Kacper Cohen (desenvolvedor-chefe de armas da Wernher Noah) rebela-se e começa a atacar as forças das Nações Unidas com o auxilio da organização terrorista Filhos de Troia.[4] Reaper, na qual não está ciente do papel de Cohen, junta-se ao piloto da Bone Arrow Omega para conter um ataque de VANT em Tóquio.[2] Eles então se juntam ao líder Bone Arrow Viper e piloto Bronco em investigar uma situação em uma instalação de lançamento de foguetes nas Índias Ocidentais,[3] seguido pelo resgate de executivos de alto-calão sequestrado pelos terroristas, onde são acompanhados pelas Forças das Nações Unidas e pelo Esquadrão Ridgeback. Entretanto, a tentativa de resgate é frustrada quando os executivos não são encontrados no local e as unidades aéres começam a ser alvejadas por uma instalação Stonehenge que foi seqüestrado pelos terroristas.[5]

Após a tentativa de resgate frustada pelo ataque surpresa, Bone Arrow, Ridgebacks, outros esquadrões e as forças terrestres da UNF são reunidos em uma operação conjunta joint operation com o objetivo de destruir a instalação Stonehenge. Na mesma missão, Reaper destrói sozinho toda a instalação.[6] Depois da destruição de Stonehenge, Kacper Cohen anuncia publicamente o seu plano de unificar o mundo sem as Nações Unidas e com a criação da Federação USEA, lança um ofensiva global contra a organização. Os esquadrões, incluindo Bone Arrows e Ridgebacks, e as forças terrestres da UNF que participaram no ataque a Stonehenge são enviados para uma operação contra-ofensiva em Tóquio. Eles encontraram um QFA-44, a versão VANT do CFA-44 Nosferatu, escoltado por unidades MQ-90L Quox bis. Os MQ-90L matam o líder de Ridgebacks, Slash; e a segundo no comando, Nagase, assume o controle do esquadrão. Reaper abate o QFA-44 e, com o auxílio das unidades aéreas remanescentes, ataca e destrói um cruzador de comando pesado Classe Aigaion que lançou os VANTs. Um pouco depois, a cidade de Tóquio é liberada pelas tropas terrestres com muitas perdas.[4]

Após esses eventos, Viper se aposenta de Bone Arrow, Reapear e Nagase são promovidos para posições de liderança de voo em seus respectivos esquadrões. As Nações Unidas assimila todos os mercenários bem conhecidos do mundo, incluido Bone Arrow e Ridgeback, para formar a Força Tarefa 118 para defender e combater as incursões da Federação USEA.[4] Como parte desse esforço, a Força Tarefa 118 desabilita a Represa Avalon, uma instalação de lançamento de ICBM{Ref|ACEINF-M06|Avalon, Ace Combat Infinity.}}; defende a Area B7R de ataques de esquadrões de USEA e outro QFA-44 nos Estados Unidos[7]; e auxilia na operação de desembarque no Oceano Adriático. Durante a operação, OLDS, uma arma que pode redirecionar asteroides com a intenção de manter a Terra segura, ataca as força de invasão das Nações Unidas com asteroides. Mesmo assim, as unidades restantes dão continuidade com o assalto, eventualmente forçando as tropas de USEA a bater em retirada e permitindo que a UN estabeleça um ponto de apoio.[8]

Neste ponto, o enredo é deixado em um cliffhanger. Os jogadores recembem mais detalhes sobre o OLDS e as unidades QFA-44 (e o seu piloto, Camilla) em uma cutscene logo após a última missão, mas Kazutoki Kono confirmou que não haveriam mais missões para Campanha.[9]

PersonagensEditar

Infinity portraits

Da esqueda para direita: Viper, Goodfellow, Omega, Nagase

  • Reaper é o personagem do jogador silencioso. Ele se junta no Esquadrão Bone Arrow Squadron como Bone Arrow 4, mas seguindo seus feitos e o aposentamento de Viper, ele é promovido para Bone Arrow 1. O emblema "Ceifador" acaba se tornando uma inspiração para as tropas da UN e uma tática do medo para as forças de USEA.
  • Viper é o líder do esquadrão Bone Arrow Squadron durante o primeiro ato do jogo. Ele é um veterano mercenário mundial; o emblema dele é uma cobra formando o símbolo infinito com sua cauda, significando sua contagem inumerável de abates. Ele se aposenta após o contra-ataque em Tóquio.
  • Omega é o segundo piloto no esquadrão Bone Arrown. Ele apoia Reaper em diversas batalha e voa como segundo no comando após o Reaper assumir a liderança do esquadrão.
  • Goodfellow é o comandante do esquadrão Bone Arrow e o intermediador com a companhia Arrows. As Nações Unidas contrata-o como comandante da Força Tarefa 118 durante a ofensiva contra a Federação USEA.
  • Slash é o líder do esquadrão Ridgeback. Ele favorece táticas de formação, geralmente impedindo que os Ridgebacks façam decisões imprudentes por conta deles, e não se da bem com Bone Arrows. Ele é morto por um MQ-90L sobre Tóquio.
  • Nagase é o segundo no comando no esquadrão Ridgeback. Após a morte de Slash, ela se torna o líder do esquadrão e tem uma vendetta contra o QFA-44 que matou Slash. Ela se recusa a deixar que o esquadrão Bone Arrows supere o esquadrão dela.
  • AWACS Sky-Eye é um AWACS afiliado à Nações Unidas e suporte do esquadrão Ridgeback. Sky-Eye providência suporte para esquadrão Bone Arrow durante as operações conjuntas, e todas a unidades da UN após a assimilação para a Força Tarefa 118.
  • Kacper Cohen era o chefe na área de desenvolvimento de armas na Wernher Noah antes de ser expulso da companhia após ter sido descoberto possível envolvimento com atividades terroristas. Ele é o líder de fato da Federação USEA.
  • Camilla, ou a Butterfly Master, é uma mulher jovem que controla as unidades QFA-44 e MQ-90L de um satélite de baixa órbita desenvolvido sobre o misterioso Projeto Papillon. Poucos outros detalhes estão disponíveis para este personagem misterioso.

Referência a jogos anterioresEditar

Infinity contêm mais referências aos jogos anteriores do que qualquer outro jogo Ace Combat. Muitos elementos de jogos passados foram submetidos a processos de continuidade retroativa para inseri-los na Universo de Infinity.

Para uma lista de referências dos jogos passados presente em Infinity, veja Ace Combat Infinity/Referências.

JogabilidadeEditar

F-18F Infinity Cockpit 1

Cabine de um F/A-18F Super Hornet

A jogabilidade de Infinity é conhecido por ficar verdadeiro a "jogabilidade clássica" de jogos da série Ace Combat, mais notavelmente referente a Ace Combat 04: Shattered Skies. O jogo utiliza a mesma engine de Assault Horizon com pequenas modificações específicas para Infinity. Estes incluem as seguintes diferenças:

  • Close Range Assault, um componente integral da jogabilidade em Ace Combat: Assault Horizon, não está incluído em Infinity.
  • O ícone de alvo para um inimigo fica maior quando distância entre o jogador e o inimigo diminui, e vice-versa. Esta característica foi vista anteriormente apenas em Ace Combat 3: Electrosphere.[10]
  • Todas a unidades inimigas contêm uma barra de saúde debaixo do ícone de alvo. Essa característica notável em Ace Combat 6: Fires of Liberation, mas a barra de saúde foi movida da parte superior esquerda do HUD para debaixo do do ícone de alvo. Além disso, uma linha vermelha perpendicular da barra indica o quanto de dano a arma em uso irá vai infligir a unidade inimiga.
  • Datalink Tático é uma nova característica que foi feita a partir do Friendly Assist System de Assault Horizon. Quando o jogador se aproxima de um avião aliado que seja possível estabelecer ligação, a performance de ambos aviões é aumentada. O aumento exato é selecionado enquanto um avião é editado no Hangar (veja abaixo). Essa característica funciona tanto no single-player quanto no multiplayer. O ícone de alvo para a unidade aliada mais próxima, quando o Datalink estiver ocioso e pronto pra ser usado, irá indica quão próximo o jogador precisa estar a um aliado para iniciar o Datalink.
  • O head-up display smostra o tradicional radar e informações do avião (munição, saúde, recarga) ao longo da parte inferior da tela; pontuação distribuída, tempo rastante, e o valor da pontuação do inimigo estão localizado na parte superior esquerda da tela; e qualquer checkpoint são mostrados na parte superior direita da tela quando são anunciados.
  • Óleo e estilhaços irão colidir na tela quando um inimigo próximo ao avião do jogador é destruido, similar a Assault Horizon.
Axsxa

Um A-10A Thunderbolt II atacando Stonehenge Type-3

Super-armas e aviões originais aparecem várias vezes em Infinity, tanto no multiplayer quanto no single-player. O jogo incluiu super-armas como o cruzador de comando pesado Classe Aigaion, o Submarino Classe Scinfaxi, e instalação de canhões eletromagnéticos Stonehenge e aviões originais como o QFA-44 e o ADFX-01 Morgan.

MultiplayerEditar

Ace Combat Infinity contêm experiência multiplayer junto com a campanha história do single-player. Missões Co-Op Online é a atividade principal do jogo, na qual é uma experiência "competitiva cooperativa" onde "ases hábeis são divididos em dois times e competem para infligir a maior quantidade de danos a um inimigo comum". "[11] Jogando multiplayer permite ao jogador ganhar experiência para obter acesso a mais aeronaves e partes através da árvore de tecnologia, onde mais ativos na árvore devem ser liberados ao comprar ativos pré-requisitos.

Cerca de meio caminho da maioria da missões multiplayer, jogadores irão receber uma notificação de missão de emergência que vai interromper os objetivos atuais da missão e irá direcionar para novos objetivos. Após os objetivos de emergência terem sido cumpridos, a missão original será retomada. Os detalhes de tais missões de emergência são aleatórios e variam desde interceptar aviões de transporte até atacar um Submarino Classe Scinfaxi.

CustomizaçãoEditar

Pela primeira vez na série, Infinity permite que os jogadores preparar quatro sets diferentes de aeronaves, na qual incluem o avião, armas especiais, partes de avião, efeito do Datalink Tático, e emblema que o jogador irá usar durante a missão. Sets de Aeronaves podem ser selecionados em todos os modos de jogo, mas o modo Campanha fornece "Sets de Aluguel" para cada missão de forma gratuita destinado a novos jogadores.

De maneira similar a Ace Combat X, Joint Assault e Assault Horizon Legacy, Infinity também tem um sistema de modificação que, depois de liberar e comprar um avião, permite que o jogador aprimore-o através da árvore de tecnologia. Jogadores podem ajustar os aviões através de aprimoramentos de armadura, dano dos armamentos, potência do motor, modificações na mobilidade e mais. Players can tweak their aircraft by swapping out and upgrading their aircraft's armor, missile power, gun damage, engine power, power of certain weapons, and more. Aviões e partes adicionais na árvore serão liberadas se todos os itens que aparecem anteriormente no mesmo galho estiverem sido pesquisados e comprados.

O jogador ainda pode customizar as cores de um avião a partir de um set limitado de cores, na qual podem ser obtidos através de desafios, recompensas aleatórias e torneios de classificação.

Emblemas podem ser aplicados na cauda, asa e nariz. Alguns emblemas têm efeitos especias, como uma música única de MVP ou alteração de cor da trilha de fumaça de misseis. Assim como as cores, estes podem ser obtidos através de desafios, recompensas aleatórias e torneios de classificação.

Sortie FuelEditar

Artigo Principal: Sortie Fuel

Ao inicializar Infinity pela primeira vez, jogadores irão começar com três Supplied Fuel e zero Stocked Fuel. Supplied Fuel reabastece a uma taxa de uma unidade a cada quatro horas sem qualquer custo, enquanto Stocked Fuel é comprado por dinheiro real através da PlayStation Store ou adquirido por outros meios. Não é possível ter posse de mais de três Supplied Fuel, mas um jogador pode ter uma quantidade ilimitada de Stocked Fuel. Para jogar uma missão Co-Op ou Single-player, jogadores terão de escolher, no mínimo, um dos dois tipos de combustível para começar a missão.

Imediatamente após o anúncio desse sistema, fãs começaram a expressar receio e acreditavam que o jogo seria diluído a uma experiência "pay-to-play". Os desenvolvedores insistiu para que o jogadores reservassem as pressuposições até fase de testes beta começar para fornecer feedback construtivo.[12] Após compilar o feedback dos jogadores japoneses, Kono reconheceu que uma mudança no sistema de combustível deveria ser feita de alguma maneira.[13] O jogo foi modificado com a adição de um sistema de Desafios que permitiu aos jogadores ganhar combustível de forma gratuita.

ContratosEditar

Elite Mercenary Contract
Artigo Principal: Contratos

Ao jogar Ace Combat Infinity, é possível ativar dois "contratos" separados. Cada um, quando ativados, irá durar 12 horas e irá conceder ao jogador créditos adicionais por completar uma missão Co-Op ou pesquisa adicional na Árvore de Tecnologia. Contratos podem ser obtidos através da PlayStation Store com dinheiro ou por completar desafios.

AviõesEditar

Artigo Principal: Ace Combat Infinity/Aviões


Trilha SonoraEditar

Artigo Principal: Ace Combat Infinity/Trilha Sonora


DesenvolvimentoEditar

Artigo Principal: Ace Combat Infinity/Linha do tempo de Desenvolvimento

De acordo com Kazutoki Kono, Ace Combat Infinity entrou em desenvolvimento no começo de 2012[12], imediatamente após o lançamento de Ace Combat: Assault Horizon Legacy e Ace Combat: Northern Wings. Desde o princípio, o foco jogo foi projetado para seguir o modelo free-to-play.

Project Aces 2013 Logo

A imagem teaser original

O jogo foi primeiramente mostrado, na forma de um teaser, em 14 de Junho de 2013, quando Kono publicou no Twitter uma foto do passsaporte e laptop dele, na qual mostrava uma versão revisada do logo da Project Aces com o que parecia ser vários objetos vindo do céu se aproximando da terra.[14] Até Setembro, os fãs de Ace Combat receberam constantemente teasers de imagens e vídeos dando pouco a pouco informações sobre o jogo. Em setembro, Project Aces anunciou que Ace Combat Infinity estava com a data prevista de lançamento para Outono de 2013.[15]

No dia 19 de Setembro aproximadamente as quatorze horas no horário local de Tóquio, Bandai Namco deu início o seguimento de jogos free-to-play na Tokyo Game Show 2013m na qual Ace Combat Infinity estava incluso na apresentação. Enquanto First Flight e um remix de Comona toacava, Kazutoki Kono discutiu detalhes sobre Infinity após mostrar o novo trailer "Ulysses Disaster". Mais tarde naquele dia, o vídeo foi upado no canal oficial no YouTube. A data de lançamento foi postergada para permitir que uma fase de teste beta público antes do lançamento oficial do jogo.[16]

ACI JPBetaTitle

Tela de Início do Beta Japonês

Fase de Testes BetaEditar

Em 17 de Outubro, Project Aces anunciou que uma fase de testes beta público ocorreria entre entre 7 de Novembro e 13 de November, com o jogo exigindo 2GB de espaço livre no HDD do PlayStation 3 e sendo exclusivo para o Japão.[17] Regiões fora do Japão participariam de um segundo teste, que deveria seguir após a primeira fase mas sem data confirmada naquele momento.[18]

No Beta Japonês havia contido:

O Sistema Sortie Fuel, apesar de ativo, era essencialmente irrelevante já que o beta automaticamente concedia aos jogadores combustível adicional. Entretanto, todas as informações do save que foram obtidas durante o beta não iriam ser transferidas para a versão completa do jogo após lançamento.[19] Jogadores que participaram do beta receberam o emblema especial "2013 Beta Test Pilot", na qual ficou disponível após o lançamento.

EncerramentoEditar

No dia 8 de Novembro, one dia após o início, o beta teve de ser desligado para resolver problemas que foram encontrado estando relacionado ao servidor. O maior problema era as missões multiplayer estarem sendo terminadas no momento em que começavam. Era esperado que o beta retomasse no começo da semana de 10 de Novembro,[20] mas até 12 de novembro não havia voltado ao ar. Curiosamente, em 12 de Novembro, fãs notaram que material oficial de Ace Combat Infinity haviam sido retirados da internet. A Página de Infromações do Jogo foi removida, e os trailers oficiais da conta da Bandai Namco no Youtube haviam sido colocado no privado. Nenhum pronunciamento da Project Aces havia sido feito no Twitter ou Facebook relacionado a essas mudanças.

No dia 13 de Novembro, a data original para o termino da beta, Project Aces twittou uma desculpa pelo período de manutenção alongado e assegurou aos fãs que uma segunda beta iriá começar em breve após a primeira fase não ter sucedido.[21]

Novo Beta e MudançasEditar

No dia 4 de Dezembro de 2013, Project Aces relatou através do Twitter que um novo beta iria ter início em 12 de Dezembro e com termino em 18 de Dezembro.[22] No dia seguinte, um novo trailer foi liberado confirmando que o novo beta, assim como o primeiro, seria restrito apenas para os jogadores japoneses.[23] Um segundo trailer foi liberado no dia 9 de Dezembro,[24] e fãs fizeram comparações com este trailer com imagens e trailers anteriores. Eles confirmaram que mudanças foram feita nas cutscenes da história. Por exemplo, a porção vermelho do logo Sons of Troia foi mudado para uma matiz muito mais claro de vermelho, e o mapa de Iyuli não mostra cidades ou regiões ao redor da localidade.[25] As razões para tais mudanças permanece um mistério.

Ace Combat Infinity Survey Wallpaper

Papel de Parede gratuito por completar uma pesquisa para o jogo

O beta for relançado (com o arquivo de mesmo nome) alguns minutos antes das onze e meia do horário de Tóquio no dia 12 de Dezembro de 2012. Simultaneamente, um patch obrigatório foi lançado para todos, independentemente de já terem o beta instalado nos consoles PS3. Além das pequenas mudanças nas cutscenes mencionadas acima, muito pouco foi modificado do beta de Novembro e os jogadores foram assegurados que o emblema 2013 Beta Test Pilot será entregue. Algumas horas após o lançamento do novo beta, o website recebeu um novo título e foi completamente alterado para um local principal de notícias do jogo. Uma nova pesquisa foi conduzida, perguntando aos participantes do beta a opinião deles sobre o jogo, com uma recompensa de um papel de parede exclusivo para aqueles que completassem o questionário. O período de testes beta durou algumas horas a mais do que havia sido programado originalmente, e foi finalizado no dia 19 de Dezembro. Naquele mesmo dia, a data de lançamento foi oficialmente mudada para 2014.[26]

ACI BetaWorldwideTitle

Inicial do Beta Mundial

Beta MundialEditar

Em 8 de Janeiro de 2014, Kazutoki Kono confirmou para um fã através do Twitter que um beta ainda estava agendado para os mercados ocidentais antes do lançamento do jogo.[27] No dia 30, no PlayStation Blog[28] e na página oficial do Facebook[29], Bandai Namco anunciou as datas para o beta mundial (excluindo Japão), que começaria no dia 4 de Fevereiro e concluiria em 11 de Fevereiro. Um emblema exclusivo por participar nos testes e o mesmo wallpaper seria dado para os que fornecerem feedback foi confirmado para este beta. O conteúdo desta versão é exatamente o mesmo que havia aparecido no beta japonês.

Lançamento OficialEditar

Após o fim dos betas, até o final de abril, Project Aces informaram, de vez em quando, através do Twitter e Facebook que eles estavam trabalhando para polir o jogo de melhor maneira possível de acordo com o feedback. No dia 22 de Abril de 2014, o trailer Mission Notice foi vazado pelo website Eurogamer; o trailer mostrava a data de lançamento europeia para o dia 28 de Maio de 2014 e mostrava todas as missões inclusas no jogo.[30] O trailer foi então upado no canal da bandai Namco no YouTube, na qual tinha a data de lançamento japonesa para o dia 20 de Maio de 2014.[31] Além disso, Infinity foi adicionado na PlayStation Store no Japão como uma "reserva" que inclui dois emblemas e dois nicknames exclusivos. Mais tarde, Joystiq publicou um artigo usando um comunicado de imprensa da Bandai Namco confirmando a data de lançamento norte americana para o dia 27 de Maio, revelando que haviam planos para incluir um modo "Jogador contra Jogador" no jogo em algum ponto no futuro.[32]

GaleriaEditar

Veja a galeria para esse artigo em Ace Combat Infinity/Galeria.

TriviaEditar

  • Em Janeiro de 2015, a página oficial Ace Combat no Facebook implicou que a campanha seria expandida no futuro[33] mas ainda há de ser atualizado.
  • Camilla sussurra repetidamente a música tema de Mappy, e o próprio Mappy aparece na silhueta de um par de fones de ouvido sem fio. Curiosamente, Ace Combat Infinity foi originalmente destinado a ser lançado em 2013, que foi o ano do trigésimo aniversário do lançamento de Mappy.
  • Infinity usa a mesma (ou uma versão atualizada da) engine que Assault Horizon utilizava, como evidenciado pela sujeira de óleo na tela e os efeitos das explosões.
  • O jogo continua a tendência que começou em Assault Horizon em relação à representação de aviões experimentais. Designs de aviões como o F-15S/MTD, F-16XL or PAK FA retêm todo o equipamento de teste. Antenas extendidas para informações de vôo foram modeladas de maneira fiel para representar os aviões precisamente em relação as suas contrapartes da vida real. Isso é contrário a jogos anteriores, que seguia o design de uma interpretação fictícia.
  • 19 de Setembro, o dia que trailer Ulysses Disaster foi revelado, tem significado simbólico para a séries. Operações Umbrella e Autumn Thunder ambas ocorreram em 19 de setembro, bem como o aniversário do AWACS SkyEye.
  • O símbolo Infinito dos trailers tem uma semelhança com a insignia do Esquadrão Mobius, acrescentando ao resto das evidências que o jogo foi fortemente inspirado em Ace Combat 04: Shattered Skies.
  • Ace Combat Infinity parece usar semelhantes, se não as exatas, animações de esquadrões do Ace Combat Zero: The Belkan War, como visto nos trailers. For exemplo, no fim do trailer Ulysses Disaster, um esquadrão de aviões é visto em formação de maneira similar, se não igual, a formação do Esquadrão Silber após fazerem a entrada deles.
  • Adicionalmente, a cena que mostra o MVP no multiplayer usa os mesmo ângulos de câmera e animações que são similares aos encontrados no fim da missão Pipeline de Ace Combat: Assault Horizon.
  • O trailer Ulysses Disaster também mostra algumas menções ao sistema COFFIN:
    • no começo, enquanto os elementos do menu principal estavam carregando, "establishment of neuromuscular connections" é mencionado estar sendo também carregado;
    • enquanto o asteroide Ulysses é explicado por alguns segundos, o vídeo mostrado com um padrão hexagonal muito similar a cabine do ADF-01 FALKEN;
    • "COFFIN IN/SYS" é visível no canto superior direito (acima de um indicador apagado "NORMAL" e um indicador aceso "ONLINE") é visto brevemente no vídeo;
    • e por uma fração de segundo, perto do final do vídeo, as costas do pescoço de uma mulher é mostrado com uma espécie de diagrama digital, parecido com porta ENSI usada pela Rena Hirose em Ace Combat 3: Electrosphere.
  • Há várias referências troianas em Ace Combat Infinity mostrado pelo trailer Ulysses Disaster:
    • O grupo terrorista, Sons of Troia, usa uma soletração alternativa de "Troy";
    • Ulysses é o nome romano para Odysseus, o rei grego que teve a ideia do Cavalo de Troia;
    • Stonehenge é construído na Turquia, a localização original de Troia;
    • O asteroide Ulysses é um Trojan de Jupiter.
  • Durante o beta em novembro, Goodfellow menciona que Comona Base é conhecido com Area B9K, mas o mapa durante o briefing mostra Area B7K. Isso foi corrigido no beta em Dezembro, onde o mesmo mapa agora mostra B9K.
  • Foi anunciado que não haveria custos adicionais para o jogador jogar a campanha pela primeira vez. It was announced that playing the campaign would not cost anything to the player the first time through. Isso foi mudado drasticamente no lançamento do jogo, onde o jogadora agora é forçado a usar combustível e créditos.
  • O Bacura, da série XEVIOUS é visto como um easter egg em Tokyo Martial Law a partir de 6096 metro de altitude.
  • Ace Combat Infinity tem 64 aviões jogáveis em dezembro de 2015, o jogo Ace Combat com o maior número de avões jogáveis. Há mais de 100 Special Aircraft, somando um total de 200 aviões.

ReferênciasEditar

  1. File:Infinity Shut Down Fuel PSN.png.
  2. 2,0 2,1 2,2 Lost Butterfly, Ace Combat Infinity.
  3. 3,0 3,1 Great Migration, Ace Combat Infinity.
  4. 4,0 4,1 4,2 Far Eastern Front, Ace Combat Infinity.
  5. Rescue, Ace Combat Infinity.
  6. Stonehenge, Ace Combat Infinity.
  7. Area B7R, Ace Combat Infinity
  8. Operation Bunker Shot, Ace Combat Infinity.
  9. 河野一聡 on Twitter. Published October 2, 2014. Retrieved October 2, 2014.
  10. @PROJECT_ACES
  11. "The endless blue awaits in ACE COMBAT™ INFINITY"
  12. 12,0 12,1 Ace Combat Infinity Entrevista (com Senhor Kono)
  13. Entrevista Franchise Changes
  14. @kazutoki
  15. @PROJECT_ACES: Japanese/English
  16. @PROJECT_ACES
  17. @PROJECT_ACES
  18. Ace Combat -Official Fan Site-
  19. 「ACE COMBAT INFINITY」,11月7日にスタートする日本先行オープンβテストの詳細が公開に。「オンライン協同戦役モード」など3つのモードを体験できる
  20. @PROJECT_ACES
  21. @PROJECT_ACES
  22. @PROJECT_ACES
  23. エースコンバット インフィニティ オープンベータテスト予告01
  24. エースコンバット インフィニティ オープンベータテスト予告02
  25. @Yuki_flakes63
  26. ACE COMBAT INFINITY エースコンバット インフィニティ|バンダイナムコゲームス公式サイト
  27. @kazutoki
  28. [1]
  29. [2]
  30. Ace Combat Infinity - Trailer Mission Notice (Eurogamer)
  31. PS3「エースコンバット インフィニティ」Mission Notice
  32. Ace Combat Infinity boarding PS3s on May 27
  33. Fotos Linha do Tempo - ACE COMBAT -Official Fan Site-. Veja o comentário da página para "Perry Chow". Publicado no dia 15 de Janeiro de 2015. Recuperado no dia 16 de Janeiro de 2015.